AS ÁGUAS ROSADAS DO LAGO HILLIER

“Com 600 metros de comprimento e rodeado por uma borda de sal branco e uma floresta esbelta, as águas rosadas do lago impressionam a qualquer um.”

Quem poderia imaginar que esse mundo abriga um espetáculo tão raro assim. E não há como ficar indiferente ou não deixar o queixo cair ao sobrevoar uma das áreas mais bonitas do planeta. Pois é, ali está nada mais nada menos do que o Lago Hillier. Com 600 metros de comprimento e rodeado por uma borda de sal branco e uma floresta esbelta, as águas rosadas do lago impressionam a qualquer um.

O Lake Hillier é um lago cor de rosa da Middle Island, a maior das ilhas que formam o Recherce Archipelago, na costa Esperance, na Austrália. E ao contrário do que todo mundo (ou quase todo mundo) está pensando agora, a água do lago não foi exposta a nenhum tipo de poluição ou elementos químicos para alterar a sua tonalidade, afinal, quando foi descoberto por Matthew Flinders, lá em 1802, as águas já eram rosadas. E o mais interessante disso é que, se você recolher a água do lago, ela permanecerá intacta quanto à sua cor.

Seria então obra dos Óvnis? Quem sabe. Mas por aqui existem várias teorias para comprovar as causas desse fenômeno raríssimo. E uma delas, que mais tem mais credibilidade entre a cúpula de cientistas do mundo, é de que a coloração rosa do lago é causada por uma baixa concentração de nutrientes e concentração de algas e bactérias ali presentes.

Visto de cima, o lago parece um chiclete gigante! E como é sensacional descobrir curiosidades assim desse mundão que vivemos. E, enquanto não decidem a teoria mais correta para a explicação desse fenômeno, cabe a nós admirar e se vislumbrar com a beleza desse lago tão exótico, porém, pouco conhecido.

Fonte: revista rumo

 

 

Pular para a barra de ferramentas