Fundação Carolina oferece 521 bolsas para pós-graduação na Espanha

Há bolsas para graduação, doutorado e mobilidade para professores

PLAZA DE ESPAÑA NA CIDADE DE SEVILHA, NA ESPANHA (FOTO: SHUTTERSTOCK)

Para começar bem o ano, a Fundação Carolina anunciou sua 17ª oferta de bolsas de estudos para estudantes latino-americanos na Espanha. Para o ano letivo de 2017-2018, há um total de 521 bolsas de estudos para graduação, pós e cursos de curta duração. As inscrições vão até 6 de abril.

Nesta edição, as bolsas estão divididas da seguinte forma: 271 para pós-graduação, 70 de doutorado e pós-doutorado, 27 bolsas de mobilidade para professores brasileiros, 4 bolsas para projetos de empreendedorismo, 34 bolsas de estudos institucionais e 115 renovações. Estão incluídas todas as áreas do conhecimento e o benefício é voltado exclusivamente a alunos da América Latina que completem sua formação na Espanha.

Além destas, também são oferecidas bolsas para mestrados no Conservatório do Liceu de Barcelona. Estas bolsas oferecem a músicos da comunidade Iberoamericana de Nações a possibilidade de realizar mestrados em composição musical aplicada a meios audiovisuais e cênicos, e mestrado em interpretação musical.

Os benefícios variam de acordo com o curso escolhido, podendo cobrir entre 50 e 100% do valor da anuidade, além de passagens aéreas, seguro saúde e um auxílio para manutenção no país. Já para doutorado, pós-doutorado e pesquisa (mobilidade de professores brasileiros), a bolsa oferece 1200 euros mensais, passagens aéreas, despesas do curso e seguro saúde.

Para se candidatar, é preciso verificar online quais são os programas disponíveis e quais são os requisitos de cada um. Em seguida, é necessário enviar dados pessoais e incluir informações relativas a formação, idiomas, experiência profissional e publicações de artigos e projeto de pesquisa, se houver. É possível se candidatar a mais de um programa na mesma edição.

Para quem tem interesse em bolsas de doutorado ou pós-doutorado, a candidatura é feita através de convênios com universidades parceiras. No edital, é possível verificar quais são as parcerias estabelecidas e qual é o procedimento para candidatura.

Saiba mais sobre o processo seletivo no site oficial da Fundação Carolina.

Fundada em 2000 para promover trocas educacionais entre a Espanha, países Ibero-americanos  e outros que tenham laços históricos, culturais ou geográficos com o país, a Fundação Carolina conta hoje com 110 instituições conveniadas. São aceitos bolsistas de todas as áreas do conhecimento. Desde a sua criação, a Fundação já destinou quase 16.000 bolsas de estudo e bolsas de investigação a estudantes latino-americanos

Outra novidade desta edição é o anúncio semanal de dados sobre as inscrições recebidas. Até 16/01, apenas 6% das inscrições recebidas eram de brasileiros. Em primeiro lugar em número de candidaturas estão os colombianos. Confira aqui as estatísticas.

Fonte: epocanegocios